Engenharia de Produção

Como definir metas inteligentes?

Conheça as metas SMART

metas smart - Como definir metas inteligentes?

Uma característica da comunicação interna é a de que os colabores da organização devem saber, a visão, a missão e os valores da mesma.  Com isso é possível estabelecer metas e objetivos juntamente com estes colaboradores.

Na realidade, tanto na vida profissional ou pessoal, é importante ter objetivos, entretanto é necessário muito cuidado ao traçar objetivos, eles devem servir para estimular e não ao contrário. Em uma empresa, traçar metas pode aumentar muito a produtividade dos colaboradores, resultando em melhores números para o negócio.

Com isso conhecer a aplicabilidade das metas SMART é fundamental!

Como definir metas inteligentes:

Não existe mágica para atingir seus objetivos, eles serão alcançados com muito trabalho e esforço, não adianta criar planos tão grandes se não corre atrás deles, e não faz um planejamento para que isso dê certo.

As metas SMART é um meio excelente de atingir seus objetivos. Esse é um método que já foi testado e comprovado pelo mercado por mais de 30 anos. Está mais do que claro que funciona. Porque nada sobrevive ao mercado por tanto tempo se não for muito eficiente.

O que são Metas SMART?

Metas SMART são metas construídas de forma a se considerar 5 atributos: (Específico), (Mensurável), (Atingível ou Alcançável), (Relevante) e T (Temporal).

S (Específico)

O primeiro elemento para a construção de uma boa meta é considerar que ela deve ser específica. Fuja de más interpretações, tanto da sua parte como da parte da sua equipe e especifique o máximo possível a sua meta. Vamos analisar o seguinte exemplo:

Meta errada: Vender mais

Essa meta é não específica pois pode significar muitas coisas diferentes dependendo de quem interpretá-la. Para fugir desse erro, na hora de construir sua meta, tente responder as seguintes perguntas:

  • O que eu quero com essa meta?
  • Quem é responsável por ela?
  • Onde ela deve ser realizada?
  • Como ela será batida?
  • Por que ela existe?

M (Mensurável)

Peter Drucker, o pai da administração moderna, tem uma famosa frase que se encaixa perfeitamente aqui.

Segundo ele, “o que não pode ser medido, não pode ser gerenciado”.

Partindo desse pressuposto depois de especificar sua meta, você deve mensurá-la.

  • Quanto é o resultado esperado da minha meta?
  • Quanto tempo será necessário para realizá-la?

A (Atingível)

De nada adianta construir uma meta que é impossível de ser atingida. Os efeitos dessa meta serão devastadores para você e para a sua equipe, que ficarão desmotivados em correr atrás de batê-la. Portanto, quando construir suas metas SMART, é extremamente importante deixar a meta mensurável mas de forma que os números dela possam ser atingíveis.

Para construir uma meta atingível você deve:

  • Analisar o seu histórico e dizer se a meta é atingível
  • Conversar com a equipe/pessoa responsável e verificar se a meta é factível

R (Relevante)

Uma meta, para ser relevante, deve impactar diretamente o seu negócio de modo que você consiga provar facilmente que ela trouxe algum tipo de resultado. Alguns exemplos são:

  • Aumento de Faturamento
  • Aumento do Número de Clientes
  • Diminuição de Custos

T (Temporal)

Por último, mas não menos importante, é preciso saber que as metas simplesmente não são alcançadas quando não há prazos vinculados ao processo de definição das mesmas.

Se sua meta é aumentar as vendas em 20%, defina um cronograma com datas importantes para atingir essa marca.

Afinal de contas, tempo é dinheiro, concorda?

Etiquetas
Veja mais

Beatriz Santos

Estudante da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, cursando Interdisciplinar em Energia e Sustentabilidade, com a terminalidade voltada para Engenharia de Produção.

Comentários no Facebook

Botão Voltar ao topo
Fechar