Engenharia de Produção

Como seria o mundo se a Engenharia não existisse?

 

Resultado de imagem para end of the world

Você é fascinado pelo mundo da engenharia? Você consegue imaginar um mundo sem engenharia? Pode ser uma pergunta mais difícil do que você pensa em responder, porque muitas pessoas não sabem realmente até que ponto confiamos na engenharia para que o nosso mundo funcione, e a quantidade de trabalho que tem sido empregada por diferentes tipos de engenheiros.

A engenharia é uma das áreas mais antigas do mundo, possivelmente tão antiga quanto a própria civilização. Os primeiros engenheiros foram aqueles que desenvolveram a alavanca, a polia e o plano inclinado. Engenheiros egípcios projetaram e construíram as pirâmides, e engenheiros romanos conceituaram os famosos aquedutos. Hoje, a engenharia abrange uma ampla gama de disciplinas dedicadas a manter o “motor” de nossa civilização moderna em funcionamento – o mundo sem engenharia veria o desastre acontecer de maneira muito mais frequente.

+ Engenharia na vida moderna

Quando pensamos em engenharia, geralmente pensamos em dispositivos, software de computador, matemática complicada e projetos de construção elaborados que parecem bonitos aos olhos; uma impressionante peça de arquitetura ou programa científico. Mas esses campos altamente especializados são apenas uma destilação de um conceito básico que alimentou a própria civilização. A engenharia criou quase todos os aspectos de nossas vidas diárias modernas e é mais do que apenas uma habilidade ou design – é uma maneira fundamental de pensar e interagir com o ambiente ao nosso redor. Mas isso é apenas arranhar a superfície. De fato, sem engenharia, não haveria cidades nem paisagens para ver. Tire os arranha-céus mais altos como a Torre de Xangai na China, o Empire State em Nova York, o Dream Dubai Marine ou as Petronas Tower 1 e 2 em Kuala Lumpur na Malásia, e o que você tem? Não muito no horizonte em qualquer lugar. Estes edifícios mais altos foram construídos e projetados para cumprir um propósito ao longo dos anos.

Petronas Tower

Sem engenharia, seria impossível construir qualquer estrutura mais moderna que uma cabana simples. A infraestrutura desapareceria, pois não haveria estradas ou veículos para percorrer – a construção de estradas tem suas raízes na antiga engenharia romana e é considerada não apenas uma das pedras de toque da vida moderna, mas o segredo da longa prosperidade do Império Romano. Sem engenharia, nós simplesmente estaríamos caminhando por caminhos de pedestres ou trilhas de jogos. Se você consegue pensar em qualquer máquina, dispositivo ou processo que torne a vida mais simples e mais conveniente para a humanidade, você está falando sobre engenharia no trabalho. Sem isso, a civilização mal existiria como a conhecemos hoje.

+ Um mundo sem engenharia seria um mundo sem humanidade

Nossa capacidade de projetar e criar nos torna únicos no mundo natural. Nossos prédios, estradas, veículos e tecnologias nos tornam humanos. Essas estruturas projetadas nos permitem traduzir espaço, comunicar através de grandes distâncias e estender os limites de nossos corpos.

Remover engenharia seria regredir a humanidade de volta à inovação mais básica; a invenção da roda. Sem engenharia, nenhuma das Sete Maravilhas do Mundo teria existido e nem mesmo as ferramentas mais básicas existiriam. A primeira arma forjada, a primeira lança, qualquer coisa mais complexa que uma pedra lançada – todo o trabalho dos primeiros engenheiros, antes mesmo de haver um nome para ela.Nós, como engenheiros, todos desempenham um papel vital no mundo

Como engenheiros, desempenhamos um papel vital no mundo funcional. Sem cargos importantes sendo preenchidos por pessoas qualificadas, o mundo começaria a quebrar lentamente.

+ Como seria o mundo se a Engenharia de Produção não existisse?

Fabrica Itália

De acordo com o Business Dictionary, a Engenharia de Produção pode ser definida da seguinte maneira:

Projeto e aplicação de técnicas de fabricação para produzir um produto específico. Inclui atividades como (1) planejamento, especificação e coordenação do uso de recursos, (2) análise de produtividade, processos de produção e sistemas, (3) aplicação de métodos, equipamentos e ferramentas, (4) controle introdução de alterações de engenharia e (5) aplicação de técnicas de controle de custos.

Para resumir, podemos dizer que o Engenheiro de Produção tem um amplo conhecimento de práticas de engenharia e está ciente dos desafios de gerenciamento relacionados à produção. Seu objetivo é realizar o processo de produção da maneira mais criteriosa e econômica possível.

Se essa modalidade crucial para a Engenharia não existisse, de forma alguma conheceriamos os modos mais eficientes para utilizar os fatores básicos de produção (pessoas, maquinas, materiais, informações e energia). Também não teriamos nenhum elo entre as metas propostas pela administração das empresas e o desempenho operacional, o que acarretaria em falhas nos sistemas de distribuição de bens e serviços, determinação de melhor combinação de disponibilidade de matérias-primas, e na infraestrutura de transporte e custos.

Em suma, sem a Engenharia de Produção e seus profissionais qualificados as Indústrias e prestadoras de serviço seriam um caos!

Tags
Veja mais

Comentários no Facebook

Veja também

Close
Close