Empreendedorismo

Empreendedorismo na Universidade

Como um estudante de Engenharia Produção pode ajudar pessoas a ganhar dinheiro empreendendo durante a graduação

Resultado de imagem para empreendedorismo na faculdade

Uma pesquisa feita no Instituto de Psicologia da USP (Universidade de São Paulo) mostra que estudantes pobres que conseguem entrar no ensino universitário têm dificuldades financeiras de se manterem no curso, mesmo recebendo bolsa de estudos. Com isso, muitos desistem, os estudantes de Engenharia em geral tem a função de resolver problemas, e por que não, este?

A visão empreendedora e de marketing que é passada logo no início do curso oferece a esses discentes, o embasamento para desenvolver negócios dentro do centro universitário, proporcionando melhorias financeiras para as pessoas interessadas.

Como Empreender?

A criação de um grupo de empreendedorismo e gestão de negócios, por exemplo, pode ser uma grande alavanca para disseminar essa ideia entre os jovens. As vivências no setor acadêmico exigem novas posturas, principalmente quando é preciso vencer as dificuldades com as componentes de curso e os embaraços financeiros. O empreendedorismo é um bom caminho para os jovens dispostos a inovar e a aliar suas habilidades e conhecimentos à tecnologia e a meios de comunicação/interação como as redes sociais.

Aguçar nos estudantes esse sentimento de que o que ele sabe fazer pode se torna um produto/negócio deveria ser um exercício desenvolvido pelas universidades, mas por vezes isso não acontece. Segundo dados do SEBRAE, a universidade não demonstra ser ativa no mercado e na comunidade, já que poucos professores são empreendedores ativos e se atualizam por meio do contato com empreendedores externos à instituição de ensino, além de haver poucas iniciativas abertas ao público ou que envolvam agentes empreendedores da comunidade.

Tendo em vista, essas diretrizes cria-se uma discrepância da vivência universitária derivada da dificuldade financeira. Há uma relação direta entre cursar a matéria de empreendedorismo e o perfil de empreendedor, quanto maior o contato com esta temática mais fácil o processo ativo. Os alunos de Engenharia de Produção que acabam tendo um contato maior com habilidades administrativas, uma visão de como seria a produção e otimização de um determinado produto, podem desenvolver grupos de estudo dentro da própria universidade, para ter ideias, divulgar produtos, criar e fazer rede de vendas. Essa iniciativa iria ajudar na permanência de muitos na universidade, além de proporcionar aos estudantes uma vivência dinamizada de como a gestão de pessoas funciona na prática.

Etiquetas
Veja mais

Comentários no Facebook

Botão Voltar ao topo
Fechar