Engenharia de Produção

Engenharia de Produção e Ciência de Dados

Você sabe a relação entre o cientista de dados e o engenheiro de produção?

O termo ciência de dados começou a ser utilizado entre 2012 e 2014 para descrever o profissional que atua com tratamento de dados. Este profissional utiliza conceitos de estatística, probabilidade, álgebra linear, calculo diferencial e programação.

Esses conceitos são todos abordados em qualquer curso de engenharia mas fazem mais sentido quando se integram a engenharia de produção. Visto que o profissional dessa área tem uma visão sistêmica de processos que muitas outras engenharias não proporcionam.

Por que os Engenheiros de Produção deveriam considerar uma carreira em ciência de dados?

A ciência de dados é uma área em grande expansão e que será cada vez mais requisitada. O profissional dessa área combina vários conhecimentos a fim de apontar soluções com base em dados.

Como o engenheiro de produção, além da visão sistêmica, ainda possui conhecimento de negócios e administração faz com que o mesmo se torne-se apto para seguir uma carreira nessa área.

O Brasil ainda está engatinhando nessa área. Entretanto, empresas como a NuBank e Magazine Luísa cresceram drasticamente muito por conta do investimento nesses profissionais e nessa tecnologia.

O campo de ciência de dados é vasto e com certeza vai impactar também na indústria 4.0, já que a carreira também envolve em suas vertentes o big data, machine-learning (aprendizado de máquina) e inteligência artificial.

Mas afinal como as análises de dados podem auxiliar no mundo real quando as empresas necessitam de decisões críticas?

Para exemplificar podemos citar algumas das maiores empresas do mundo.

Coca-Cola

Ela coleta dados de seus consumidores para verificar as necessidades de mudança e aumentar a chance de sucesso em um lançamento de um novo produto.

Eles utilizam pesquisas nas redes sociais, e-mails e por telefones para alinhar seus produtos com os interesses do consumidor.

Netflix

Com mais de 58 milhões de assinantes a empresa líder no setor de stream utiliza a ciência de dados como ferramenta para recomendar filmes e séries para os seus assinantes.

Amazon

Parece que a Amazon conhece melhor você do que você mesmo no que diz respeito a recomendações de compras. Isso acontece por que a empresa usa amplamente o “Big data” e previsões através de seus algorítimos para gerar recomendações cada vez mais precisas e estabelecer um funil de vendas.

Por onde começar uma carreira em ciência de dados?

Não há uma única resposta para essa pergunta, mas estando ciente que é necessário conhecimentos em cálculo, estatística e programação. Por isso, os cursos de engenharia conseguem contemplar o núcleo necessário para o aprofundamento na ciência de dados.

Recomenda-se aprender a programar em python, R e algum banco de dados como SQL. Além de revisar os conceitos de álgebra linear e probabilidade-estatística para começar os estudos.

Há alguns cursos no mercado que abrangem essa área. Na plataforma online da Harvard edX é possível encontrar alguns deles de graça que ensinam do básico ao avançado e até emitem certificados profissionais.

O link para plataforma se encontra aqui: https://www.edx.org/

Alguns filmes na Netflix abordam esse tema como: Connected, The Great Hack e The social Dilemma.

Esse campo só vai crescer e demandar mais profissionais capacitados.

Se ainda não encontrou uma área para se especializar ou quer trocar de área, essa pode ser a oportunidade.

Etiquetas
Veja mais

Israel Buratto

Graduando em engenharia de produção UTFPR, amante da tecnologia e ciências aplicadas.

Comentários no Facebook

Botão Voltar ao topo
Fechar