Engenharia de Produção

Especialista x Generalista

O sistema de educação nos últimos dois séculos produziu uma superespecialização do conhecimento gerando uma crise de visão de mundo. Profissionais e cidadãos incapazes de ver o quadro geral do mundo e não conseguindo resolver os problemas que são cada vez mais complexos, ou seja as pessoas estão mais especialista e deixando o generalíssimo de lado o que pode influenciar em momentos de crises como passamos hoje.

https://www.slideshare.net/arthurjosemberg/carreiracertificacoesmercadodetrabalho-6957755

+ Especialista

As vantagens de ser um especialista em uma função de trabalho estão vinculadas à indispensabilidade. Os engenheiros que trabalham deste modo geralmente não podem ser substituídos dentro da empresa. Isso também pode ser uma posição valiosa para estar dentro das mudanças da empresa. Se ninguém mais tem a experiência técnica para lidar com um projeto específico, as habilidades especializadas são inestimáveis ​​para a segurança do trabalho. Muitas vezes, esses engenheiros têm um maior senso de propriedade ou orgulho sobre os projetos, pois suas contribuições são claramente vitais para o sucesso da empresa. O foco e a concentração aumentados que o engenheiro pode aplicar a uma seção do projeto também são preferidos por alguns. Ao não trocar de tópicos, iniciar novos fluxos de design com outros grupos ou revisar o trabalho dos outros, o engenheiro pode aprimorar suas habilidades para um nível de especialista. Assim como sendo versátil ajuda com conexões, uma experiência específica pode ser um criador de emprego imediato quando outras empresas procuram esse conjunto de habilidades direcionadas.

+ Generalista

As vantagens de ser bom em várias funções de trabalho estão ligadas à versatilidade. Francamente, a empresa pode usá-lo de mais maneiras, e isso pode ser muito vantajoso em tempos de mudança no local de trabalho. Há vantagens mais sutis, também. Com um conjunto de habilidades mais abrangente, o engenheiro tende a se comunicar em vários grupos de design. O engenheiro também prova ser mais engenhoso, encontrando respostas por conta própria sem a ajuda dos outros. Essas habilidades se traduzem muito bem na gestão. Na verdade, pode-se afirmar que os gerentes técnicos são os reis de ser bom em muitas coisas (e especialistas em alguns). Outra vantagem para trabalhar em grupos são as conexões pessoais. Conhecer mais pessoas na indústria e trabalhar em sucessos de design em conjunto, é sempre um bom “profeta” para futuras perspectivas de emprego.

A grande questão hoje em dia é ser generalista ou especialista, em momentos de crise é essencial sabermos enxergar como um todo o que se passa nos processos interno e até mesmo fatores externos que podem influenciar  em uma crise na empresa, quando temos um profissional generalista, normalmente ele vai ter o olhar da empresa como um todo, o que é interessante ao atravessar um momento ruim, e falta não só engenheiros deste tipo, como também pessoas pensando assim devido a nossa escola ao longo dos anos, o que dificulta passar pela crise que temos no mundo, mas um perfil não elimina o outro, o profissional especialista com certeza será a referência para dentro da empresa e sempre será lembrado e requisitado para solução de problemas específicos.

Nós como Engenheiros de Produção, acredito que devemos ter o perfil especialista-generalista, entender de tudo um pouco, saber ter o olhar sobre o todo para resolução de problemas, conseguir enxergar os fatores que afetam um processo por exemplo, mas ao mesmo tempo ser especialista em alguma área, o que dará um respaldo maior para tomada de decisões na sua área de especialização. E lembrando um perfil nunca será melhor que o outro, não existe o melhor caminho, mas sim o SEU CAMINHO!

Etiquetas
Veja mais

Brenno Magalhães

20 anos, mineiro, apaixonado por tecnologia, inovação, gestão, gosto de aprender e de ensinar, no momento de descanso um bom livro e boas séries.

Comentários no Facebook

Botão Voltar ao topo
Fechar