Engenharia de Produção

Iniciativas Estudantis – Por que devo participar?

Conheça iniciativas estudantis de alto impacto

O principal motivo pelo qual deve-se engajar nas iniciativas estudantis é o formação humana do estudante, promovendo o amadurecimento pessoal e profissional. Em uma entidade estudantil o participante tem a oportunidade de aplicar a teoria vista em sala de aula, propor soluções para problemas reais exercitando a criatividade, conhecimento ampliado da sociedade enxergando suas demandas e oportunidades, vivenciar durante a formação as experiências da futura carreira profissional e o desenvolvimento da postura de líder ao saber gerenciar os desafios impostos com os recursos disponíveis. Com isso o estudante aprende a pensar como um todo e está muito mais preparado para empreender e desenvolver uma carreira de sucesso que seus concorrentes. 

 

Todo progresso acontece fora da zona de conforto.

Michael John Bobak

 

O sucesso é a soma de pequenos esforços repetidos dia após dia.

Robert Collier, escritor

 

A seguir algumas iniciativas estudantis para conhecer e participar:

 

Liga Universitária

Baseada no modelo dos clubes de empreendedorismo norte-americanos a liga universitária tem o objetivo de agrupar estudantes para debater sobre um assunto específico. Ao participar desse tipo de organização os membros têm a oportunidade de aprofundar conhecimentos, ampliar o networking, compartilhar interesses em comum, entre outros. 

Algumas das atividades desenvolvidas são: reuniões periódicas para discutir sobre o tema, cursos, oficinas, palestras, participação em eventos nacionais(ex: Semana Global do Empreendedorismo), entrevista de profissionais influentes no segmento etc. Todas essas atividades desenvolvem intensamente tanto o lado profissional quanto às habilidades interpessoais do participante, permitindo inclusive descobrir qual a área profissional que mais se encaixa com o seu perfil. A principal diferença entre a liga e a empresa júnior são as temáticas multidisciplinares como empreendedorismo. 

 

AIESEC

Fundada em 1948, é reconhecida pela ONU como a maior organização de estudantes do mundo. Sua missão é desenvolver  jovens líderes através de intercâmbios nas mais diversas culturas e ambientes, com valores claros, consciência global e responsabilidade social. Conta com 2000 membros somente no Brasil, mais de 100 organizações parceiras no país, além de 12.000 intercâmbios por ano no mundo.

O programa proporciona a seus participantes o desenvolvimento do autoconhecimento, sensibilidade cultural, inteligência emocional, orientação para resultados, capacidade de gestão de pessoas e projetos, desenvolver habilidade de comunicação e capacidade de tomar decisões em ambientes desafiadores para resolver problemas. 

A organização oferece três programas de intercâmbio, são eles:

  1. Voluntário Global: Voluntariado em ONGs, escolas ou fundações de diversos países com duração de 6 a 8 semanas. Projetos vinculados aos objetivos de desenvolvimento da ONU. O único requisito é ter entre 18 e 30 anos. 
  2. Empreendedor Global: Experiência de imersão em startup nas áreas de marketing, administração, T.I ou design. Com duração de 6 a 12 semanas, é preciso domínio intermediário de inglês e experiência profissional anterior.
  3. Talento Global: Vivência em ambiente corporativo ensinando idiomas, trabalhando em T.I, finanças, gestão, RH ou marketing. Caracterizado como estágio internacional a duração vai de 3 a 12 meses. É necessário dominar inglês avançado e ter experiência prévia na área que deseja escolher. 

Para maiores informações acesse o site.

 

Engenheiros Sem Fronteiras 

Eleita melhor ONG de desenvolvimento local do Brasil em 2019, faz parte da organização Engineering Without Borders – International (EWB-I), presente em mais de 65 países. Sua grande missão é promover o desenvolvimento humano e sustentável através da engenharia. No Brasil desde 2010, já impactou mais de 60 mil pessoas, com uma equipe de mais de 2000 mil voluntários, 500 projetos concluídos e 350 projetos em andamento.

Todos os projetos são desenvolvidos e executados a partir da necessidade da comunidade com a ajuda de voluntários locais organizados em núcleos. Os pilares da organização são: engenharia, educação, sustentabilidade e voluntariado.

Desenvolve projetos em quatro eixos seguindo os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU. 

São eles:

  1. Educacional: Capacitação técnica, profissional, melhoria no ensino, formação interpessoal de estudantes de engenharia, e ações de conscientização. 
  2. Gestão e Empreendedorismo: Relacionados com organização e ferramentas de gestão de instituições, através do fomento a práticas e atividades empreendedoras.
  3. Infraestrutura e Assistência Básica: Com foco em amenizar as necessidades do indivíduo e da infraestrutura de instituições, como arrecadações de alimentos e roupas, pintura, reformas e projetos hidrossanitários.
  4. Sustentabilidade: Voltados ao uso eficiente dos recursos como aquecimento solar, reaproveitamento de água, reciclagem e destinação de resíduos, hortas comunitárias e tratamento de água e esgoto.

Alguns projetos desenvolvidos em cada eixo:

  • Educacional 

Semana Lixo Zero;

PROCAP: Projeto que oferece cursos de difusão científica;

Escola Eficiente: Educação ambiental,  aplicação de energias renováveis, infraestrutura e palestras;

Dia D: Conscientização Ecológica;

CRIATEC: Projeto para crianças de 10 a 12 anos na área de programação.

  • Gestão e Empreendedorismo 

Sabão Ecológico;

ALAS: Aplicação da metodologia Lean na área de saúde. 

Fala Engenheir@!:Os desafios de ser mulher na engenharia;

Engenharia de Produção e 5S;

Implementação de Gerenciamento de Projetos

  • Infraestrutura e Assistência Básica 

Tijolo Ecológico;

Projeto Recomeçar: Proteases em 3D feitas a partir de lixo reciclado extraído do mar. 

Lares sem Frestas: Utilização de caixas de leite para impermeabilizar telhados e melhorar o conforto térmico. 

  • Sustentabilidade

Recapta: Oficina sobre o uso consciente da água e uso racional;

Compostagem Urbana;

Horta Vertical;

Foz Nascente: Reutilização de água das residências. 

Para maiores informações acesse o site.

 

Enactus 

Organização internacional que prega o empreendedorismo para promover mudanças sociais positivas no mundo. Participar da Enactus traz benefícios tanto para o voluntário que desenvolve o perfil de liderança e para as pessoas que são beneficiadas pelas ações. Há também a possibilidade de estágio em empresas parceiras.

A forma de ingresso é feita através de processo seletivo anual. 

Presente em 37 países pelo mundo, com 120 times, mais de 2800 estudantes, 240 projetos, 350.000 horas voluntárias, mais de 20.000 pessoas impactadas, é formada por uma rede de estudantes, líderes executivos e líderes acadêmicos. 

Programas:

  • Universidades

No Brasil está presente em 120 campi universitários em 20 estados e no Distrito Federal. 

  • Enactus Training Center 

Plataforma de conteúdos online criada para facilitar o acesso de conteúdos e boas práticas da Enactus Brasil e dos Times Enactus. 

  • Alumni-Mentor 

Promover a troca de experiências entre novos integrantes do time Enactus com voluntários que já vivenciaram os desafios e oportunidades dos projetos implantados. 

Eventos: 

SNESEB- Simpósio Nacional de Empreendedorismo Social Enactus Brasil. Considerado o maior Evento Técnico Nacional Científico gratuito, na área de empreendedorismo social. 

Evento Nacional Enactus: Evento exclusivo que proporciona 3 dias de colaboração, competição, celebração e inovação, voltados para líderes verem as novas idéias de alto impacto transformadas em ação. 

ENACTUS WORLD CUP: Ocorre dentro do Evento Nacional Enactus onde uma equipe do Brasil é escolhida para competir com 36 países pelo título de Campeão Mundial da Enactus. 

Projetos potencializados pela Fundação Lemann em parceria com a Enactus em 2019:

UEM-Despertar: Ampliar a perspectiva do futuro profissional de jovens de colégios públicos, para que sejam protagonistas de suas vidas. 

UFABC- ALFATECH: Auxílio para alunos da rede pública superarem a defasagem de aprendizado no processo de alfabetização. 

UFPE-Ponte do Saber: Iniciativas positivas em comunidades de estudantes do ensino fundamental. 

UVA Sobral-Sertão Tecnológico: Capacitação para jovens ingressarem no ensino superior e mercado de trabalho através de um laboratório de informática implantado na comunidade Serrote do Piaba ao norte do Ceará. 

Para maiores informações acesse o site.

 

Empresa Júnior 

É uma empresa constituída por estudantes universitários, organizados em uma associação civil sem fins lucrativos, tem o objetivo de desenvolver e vender soluções para micro  e pequenas empresas. A primeira empresa júnior no Brasil foi a EJFGV – Empresa Júnior Fundação Getulio Vargas. O Brasil é o país com maior quantidade de empresas juniores, são mais de 900 empresas, mais de 33 milhões em faturamento, mais de 20 mil projetos e presente em mais de 150 universidades. 

As empresas juniores desenvolvem em seus colaboradores vivência empresarial, oferecendo contato direto com o mercado. Participar de uma empresa júnior também desenvolve o senso empreendedor dos futuros profissionais que tornam-se mais preparados para encarar os desafios do mundo dos negócios. Todas as atividades realizadas pela empresa júnior são orientadas e supervisionadas por professores responsáveis e profissionais da área, mas possui autonomia de decisão em relação à instituição acadêmica. Pós juniores são ex-membros que atuam como empreendedores em suas áreas de atuação e também promovem a troca de experiências com os novos membros. Todo o dinheiro arrecadado com os serviços oferecidos voltam para seus colaboradores na forma de capacitações, participação em eventos, entre outros. 

Para uma empresa júnior funcionar é necessário pela menos um integrante nos seguintes cargos: Presidente, Administrativo-Financeiro, Marketing, Gestão de Pessoas e Projetos.

Os estudantes que desejam criar uma empresa júnior podem começar esse processo através do site Brasil Júnior, que oferece um passo a passo para isso e também pela incubação em federações estaduais. 

Para maiores informações acesse o site.

 

CREA JR 

É um programa que existe desde 2015, tem o objetivo de aproximar os estudantes universitários ao seu futuro Conselho Profissional. Suas atribuições são aproximar o estudante do conselho, orientar sobre as atribuições profissionais, formar novas lideranças e contribuir para a formação ética do estudante. Entre as ações tomadas para desenvolvimento profissional estão: palestras, cursos, visitas técnicas, ações sociais etc. 

O aluno pode se inscrever em qualquer tempo através do site CREAJr do seu estado enquanto for estudante. 

Ações Crea Jr:

Bate-papo CREA Jr:

Proporcionar espaço de discussão sobre legislação e temas profissionais.

Visita CREA Jr:

Visa o encontro do acadêmico com o universo prático, proporcionando aos membros participantes uma formação mais ampla.

Capacita CREA Jr:

Capacitação de membros e representantes através de atividades realizadas pelo CREA Jr e parceiros.

Socioambiental CREA Jr:

Fazer ações baseadas nos pilares social, ambiental e econômico para beneficiar a sociedade em geral.

Cultural CREA Jr:

Interação e aproximação dos envolvidos com o CREA Jr PE através de atividades culturais.

Força-tarefa CREA Jr:

Trata-se de visita aos cursos de engenharia, agronomia e geociências nas universidades, para apresentações sobre o Sistema CONFEA/CREA e Mútua, e projeto CREA Jr.

Para maiores informações acesso o  site do Crea Jr no seu estado.

 

CESAR Summer Job

Programa com duração de 6 semanas, tem o objetivo de desafiar alunos de todo o país a desenvolverem soluções inovadoras para problemas de empresas reais. Os alunos são organizados em turmas com quatro integrantes de diferentes cursos, como: engenharia, ciência da computação, design, entre outros. É proposto um problema pelo patrocinador, no qual os alunos usam de criatividade e viabilidade para resolver o problema.

Para os participantes os benefícios são: imersão em ambiente real de concepção e desenvolvimento de projetos, ajuda de custo, foco em problemas reais das empresas e certificado ao final do programa. Após a fase de concepção e desenvolvimento da solução o protótipo é apresentado e as várias soluções para os diferentes problemas apresentados podem vir a serem adotadas pelas empresas posteriormente. O programa ocorre duas vezes ao ano, para saber mais informações acesse o site. 

Para maiores informações acesse o site.

 

Núcleo Estadual de Engenharia de Produção

Presente em vários estados os núcleos são grupos de trabalho, com o objetivo de compartilhar informações sobre os projetos realizados pelo próprio núcleo, a Abepro Jovem e a comunidade de Engenharia de produção pelo Brasil. Formado apenas por estudantes de engenharia de produção, o núcleo é independente e possui parceria com a Abepro Jovem, tem o objetivo de estreitar relações com Instituições de Ensino Locais, Centros Acadêmicos, Diretórios Acadêmicos, Empresas juniores e Abepro Jovem.

Entre as principais ações desenvolvidas estão o fortalecimento do curso no estado através de: visitas técnicas, cursos, palestras, eventos, parceria com órgãos públicos e privados, canal de estágios, estreitar relações com organizações estudantis e Instituições de Ensino locais. 

Em Pernambuco temos o NUPEENP-Núcleo Pernambucano de Estudantes de Engenharia de Produção (@nupeenp). Além de outros espalhados pelo país. 

Para saber mais visite o site da Abepro Jovem. 

 

SAE BRASIL AeroDesign 

Trata-se de uma competição destinada a engenheiros que propicia a difusão e o intercâmbio de técnicas e conhecimentos de Engenharia Aeronáutica. A competição traz aos participantes o desafio de desenvolver um projeto aeronáutico atentando para a concepção, detalhamento do projeto, construção e teste. As equipes que defendem suas universidades são anualmente desafiadas a desenvolver soluções para problemas reais da indústria como: otimização multidisciplinar para atendimento de requisitos conflitantes, redução de peso, entre outros. 

A competição é formada por três categorias: Regular, Aberta e Micro. A categoria regular possui mais restrições, enquanto as demais têm mais liberdade quanto ao projeto. Avaliação e classificação das equipes é feita em duas etapas, em que as equipes competem pelo projeto e desempenho do vôo. Os maiores benefícios para o participante é o conhecimento prático sobre aviação e trabalho em equipe.

Para maiores informações acesse o site.

 

Fórmula SAE BRASIL

Competição para estudantes universitários de engenharia, desde 2004, tem o objetivo de desafiar as equipes a desenvolverem o projeto e construir um carro tipo Fórmula. São três dias de evento onde os carros são avaliados por provas estáticas e dinâmicas na pista e também apresentação técnica levando em conta o projeto, custo e apresentação de marketing.

Alguns meses antes do evento os participantes enviam relatórios de de custos, estrutura, atenuador de impacto e projeto. Esses relatórios são avaliados por engenheiros especialistas quanto ao desenvolvimento do protótipo. Durante as provas estáticas a equipe tem que demonstrar que o carro segue as especificações do projeto. No segundo dia de competição são feitas as provas dinâmicas. Ao realizar a competição o participante têm a oportunidade de aprender a teoria na prática, pela grande visibilidade há a possibilidade de ser contratado por empresas parceiras e desenvolver o trabalho em equipe. 

Para maiores informações acesse o site.

 

DSB – Desafio Solar Brasil 

Iniciativa da Universidade Federal do Rio de Janeiro(UFRJ), o desafio é um rali de barcos movidos a energia solar, seu objetivo é estimular e popularizar o desenvolvimento de aplicações de novas tecnologias de fontes de energia limpa e renovável como combustível para a mobilidade, além de estimular a otimização do gerenciamento energético dos sistemas elétricos das embarcações. Inspirada na maior competição europeia de barcos solares a Frisian Solar Challenge, o DSB almeja para o futuro uma extensão da competição europeia no Brasil e também o fortalecimento da competição com a adesão de instituições e universidades da América Latina.

Com foco na educação pelo trabalho a competição vai muito além de apenas competir, trata-se de uma prova prática de conhecimentos em Física, Matemática, Química, Administração, Náutica, Comunicação, Empreendedorismo e entre outras.  

Para maiores informações acesse o site.

 

Líderes Estudar

Programa que apoia os jovens mais promissores do Brasil, concede bolsas de estudos para as melhores universidades do mundo. Um dos mais concorridos do país a cada ano são 80 mil candidatos. Além da bolsa de estudos o candidato tem a oportunidade de ter suporte da comunidade de Líderes, onde pode gerar alto impacto positivo na sua área de atuação.

A comunidade Líderes apoia o candidato através de mentoria, conexão com grandes executivos, cursos, fóruns e diversas outras atividades focadas no seu desenvolvimento pessoal e profissional. Há também a troca de conhecimentos com outros líderes do programa. Pode participar o brasileiro(a) com até 34 anos.

O candidato também deve deve estar em processo de aceitação, matriculado ou cursando o ensino superior em uma das quatro categorias de bolsa: Graduação completa no Brasil, Intercâmbio acadêmico de graduação ou duplo diploma no exterior, Graduação completa no exterior e Pós-graduação no exterior.

Para maiores informações acesse o site.

 

Movimento Choice – Embaixadores Choice 2.0

Trata-se de uma jornada que desafia jovens a encontrarem soluções para problemas sociais. Cada edição do programa tem duração de um período letivo, são três dias de imersão presencial, 7 semanas de mentoria para a equipe desenvolver seu protótipo e por fim cada equipe apresenta seu pitch apresentando o problema e a solução desenvolvida, no qual através do programa os jovens entendem que é possível ganhar dinheiro e construir uma carreira que gere impacto social.

O programa utiliza um método de aprendizagem de prototipação de soluções inovadoras. Aos participantes é apresentada a agenda 2030 e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Os 17 objetivos são distribuídos para cada equipe desenvolver uma solução para o desafio global. Podem participar pessoas com idade entre 18 e 30 anos. Investimento de R$349, revertido para a realização do evento. 

Para maiores informações acesse o site.

* Todos os dados presentes no texto foram obtidos de suas respectivas páginas oficiais.


Referências:

ARAÚJO, Cecília. NA PRÁTICA, 2014. Ligas Universitárias: a união do conhecimento e da prática. Disponível em: <https://www.google.com/amp/s/www.napratica.org.br/ligas-universitarias/amp/>. Acesso em: 02, mar. 2020.

ARAÚJO, Cecília.NA PRÁTICA, 2014. “A AIESEC me ensinou a unir conhecimento e coragem”. Disponível em: <https://www.napratica.org.br/a-aiesec-me-ensinou-a-unir-autoconhecimento-e-coragem/>. Acesso em: 03, mar. 2020.

AIESEC. AIESEC no Brasil, 2020. Liderança através de intercâmbio. Disponível em:<https://aiesec.org.br>. Acesso em: 05, mar. 2020. 

ESF. Engenheiros Sem Fronteiras Brasil, 2018. Disponível em:<https://esf.org.br/projetos/>. Acesso em: 6, mar. 2020.

BRASIL, Enactus. Enactus, 2019. Confira os 4 projetos selecionados pela parceria entre Fundação Lemann e Enactus Brasil. Disponível em: <http://www.enactus.org.br/confira-os-4-projetos-selecionados-pela-parceria-entre-fundacao-lemann-e-enactus-brasil/>. Acesso em: 6, marc. 2020.

Enactus Brasil. Enactus, 2019. Disponível em: <http://www.enactus.org.br>. Acesso em: 7, mar. 2020.

MEJ. Brasil Júnior, 2020. Disponível em:<https://www.brasiljunior.org.br>. Acesso em: 8, mar. 2020.

CESAR. CESAR Summer Job, 2020. Disponível em:<https://www.summerjob.cesar.org.br>. Acesso em: 8, mar. 2020.

CREA. Crea Jr, 2020. Disponível em:<http://www.creape.org.br/crea-jr/>. Acesso em: 16, mar. 2020.

CREA. Crea Jr, 2020. Ações Crea Jr PE. Disponível em:<http://creajr.creape.org.br/acoes-crea-jr-pe/>. Acesso em: 16, mar. 2020.

SAE. SAE BRASIL, 2020. Disponível em:<http://portal.saebrasil.org.br/>. Acesso em: 30, mar. 2020.

UFRJ. Desafio Solar Brasil, 2020. Educação, tecnologia e meio ambiente navegando juntos no mesmo barco. Disponível em:<https://desafiosolar.org/>. Acesso em: 30, mar. 2020.

CHOICE. Movimento Choice, 2020. Disponível em:<https://www.movimentochoice.com>. Acesso em: 31, mar. 2020.

NA PRÁTICA. Líderes Estudar, 2020. Disponível em:<https://lideres.estudar.org.br>. Acesso em: 31, mar. 2020.

IFSUL. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul Rio Grandense, 2020. 5 Benefícios de participar de projetos no seu câmpus. Disponível em:<http://www.ifsul.edu.br/ultimas-noticias/930-5-beneficios-de-participar-de-projetos-no-seu-campus>. Acesso em: 31, mar. 2020.

 

Etiquetas
Veja mais

Vinicius de Almeida

Discente em Engenharia de Produção pela UFPE-CAA. Em constante amadurecimento profissional, sempre em busca de novos desafios.

Comentários no Facebook

Botão Voltar ao topo
Fechar