Mercado de Trabalho

Me formei, mas e agora?

me formei engproducaoo - Me formei, mas e agora?

Terminar a faculdade é sempre um grande sonho e uma realização para todo jovem que se forma em engenharia. Ter finalmente um diploma em mãos e poder procurar empregos com uma remuneração melhor do que os estágios são os principais motivos da felicidade do recém-formado em engenharia.

Entretanto, aquela realidade que o jovem esperava encontrar quando ingressou na faculdade a 5 anos atrás está totalmente diferente, uma vez que a situação do mercado brasileiro hoje não é das melhores. As vagas já não são tantas e conseguir um emprego não é tão fácil quanto se pregava no começo do curso.

+ Não desanime

Aos poucos o mercado mostra uma ligeira recuperação e as contrações estão voltam a acontecer. Mas como muitas pessoas foram desligadas, existe uma ampla concorrência e é nesse momento que você precisa se destacar.

Mas o que fazer?

+ Currículo

O currículo é sempre a primeira etapa de um processo de seleção de emprego e pode não haver uma segunda chance. Por exemplo, um currículo organizado em tópicos, bem objetivo, é sempre melhor que um cheio de informações confusas.

Segundo reportagem do Jorna Hoje, um bom exemplo do que não fazer, está um currículo onde a candidata se desfaz em elogios a ela mesma: “responsável, determinada, ativa, organizada”. Ela só destaca as qualidades e nada de experiência.

“Quando a gente conhece o candidato e percebe que o candidato não é tudo aquilo que ele diz ter no currículo, ou de experiência ou de conhecimentos, e a gente checa referências. As informações falsas pecam muito, denigrem muito a imagem do candidato”, alerta Gisele Cidrão Studart, psicóloga e diretora de RH.

Segue abaixo as dicas de como elaborar um currículo perfeito, no site da Exame.

curriculo - Me formei, mas e agora?

+ Entrevista

Segundo a SBCoaching, depois da primeira dificuldade que é formular um bom currículo sem nenhuma experiência, o próximo desafio é como conduzir uma entrevista de emprego sem ter o que dizer sobre a sua experiência de mercado. Para a primeira questão, a dica é: sinceridade.

É bom ser claro e objetivo. Muitas empresas optam por contratar profissionais inexperientes para depois desenvolvê-los. Assim, se foi chamado para a entrevista, saiba que a pessoa viu em seu currículo que você está iniciando no mercado, logo, ela não lhe perguntará sobre experiências passadas, mas sobre os seus objetivos para o futuro.

Portanto, procure reunir o máximo de informações sobre a empresa, cargo e o mercado em que ela atua. Converse também com profissionais experientes e bem-sucedidos no segmento, veja se é isso que quer para sua vida, assim, será mais fácil idealizar seus objetivos profissionais, dentro da organização em questão.

entrevista engproducaoo - Me formei, mas e agora?

Uma boa técnica para se dar bem durante uma entrevista é a chamada STAR, que ajuda a contar a sua história (e as suas conquistas) fazendo você pensar a partir das seguintes etapas:

  • Situação: Descreva a situação em que você estava ou a tarefa que precisava cumprir. É preciso descrever um evento ou situação específico, não uma descrição generalizada do que fez no passado. Garanta que está dando detalhes suficientes para que o entrevistador entenda direito. Essa situação pode vir de um trabalho anterior, uma experiência voluntária ou qualquer evento relevante.
  • Tarefa: A parte de tarefa vem da questão anterior. Qual era seu papel nessa situação, exatamente? Qual era sua função? Como transformou a situação em uma oportunidade? Para responder de maneira eficaz, comece com algo assim: “No projeto, fiquei responsável por desenhar a interface da nova página. Vi que era uma oportunidade para criar um conteúdo que chamasse a atenção, o que não ajudaria apenas a organização mas ajudaria também nossos clientes a verem valor em nosso produto.” Essa resposta mostra exatamente qual era seu papel na tarefa, assim como seus planos para resolver o problema.
  • Ações: Este pedaço pode exigir que você responda as seguintes questões: quais foram os passos para resolver esse desafio? Como pensou em relação aos problemas? Como superou obstáculos e seguiu em frente para conseguir resultados? Há algo único em suas ações ou método que vale mencionar?

    Frequentemente, a parte mais difícil desse processo é descrever as ações que você tomou. Explicar a sequência de ações e seu pensamento a cada passo pode ser desafiador. No entanto, é essencial fazer isso direito. Descreve a ação que tomou e mantenha o foco em você. Mesmo se estiver falando sobre um projeto ou esforço em grupo, descreva o que você fez – não os esforços do time. Não fale o que você poderia fazer, mas o que fez.

  • Resultados: Finalmente, essa porção da técnica STAR é usada para resumir os resultados tangíveis de seu trabalho. As coisas ficaram melhores do que era antes por conta de seu trabalho, por exemplo? Que lições você aprendeu? Seus esforços podem ter trazido 10% mais visitantes e resultado em mais clientes, ou seu design pode ter sido referenciado em artigos e blogs. Seja como for, você precisa mostrar o que resultou de seu trabalho. Um alto nível de detalhamento também é necessário nesse pedaço. Você precisa o maior numero possível de métricas e outros itens específicos para provar que teve um impacto.

Esperamos que essas dicas possam te ajudar a conseguir um emprego. Gostou? Conta para a gente!

Tags
Veja mais

Luccas Costa

Formado em Engenharia de Produção, cursando Mestrado em Engenharia de Produção, especialista em Lean Manufacturing e em Solução de Problemas. Movido pela busca de novos conhecimentos e por compartilhar experiências.

Comentários no Facebook

Close