Engenharia de Produção

O que é WCM?

World Class Manufacturing (Manufatura de Classe Mundial)

WCM - O que é WCM?

O WCM é um sistema de gestão integrado de redução de custos e visa otimizar Logística, Qualidade, Manutenção e Produtividade para níveis de classe mundial, através de um conjunto estruturado de métodos e ferramentas. O objetivo é melhorar continuamente o desempenho da produção, visando uma progressiva eliminação de resíduos, de modo a poder assegurar a qualidade do produto e maior flexibilidade na resposta às solicitações dos clientes, por meio do envolvimento e motivação das pessoas que trabalham na empresa.

World Class Manufacturing (Manufatura de Classe Mundial) também pode ser descrito como um programa de mudança designado para alcançar um modelo mundial que funciona como um sistema de gestão integrado para a redução de custos, otimizar a Logística, Qualidade, Manutenção e Produtividade para um novo patamar através de um conjunto de métodos e ferramentas.

Baseia-se em 3 elementos essenciais:

  • 1. combate sistemático a cada desperdício e prejuízo existente em toda a cadeia (cliente-fornecedor-fornecedores).
  • 2. envolvendo e desenvolvimento de suas capacidades das pessoas.
  • 3. uso rigoroso de métodos e ligas adequados às ineficiências do processo.

WCM envolve todos os empregados com o conceito de melhoria contínua, focando eliminar desperdícios, reduzir as perdas e ao mesmo tempo melhorando os padrões e métodos.

A Origem

O WCM nasceu para aplicar os métodos do JIT, QC, TPM e TIE em todos os processos da unidade de negócio, aumentando o desempenho das organizações ao níveis de classe mundial. O Dr. Hajime Yamashina, Professor Emeritus, Kyoto university e membro do RSA (Royal Swedish Academy of Engineering Sciences), um dos maiores estudiosos do TPS, teve pela frente o desafio de desenvolver o sistema estruturado de gestão metodológica que conhecemos como WCM, inicialmente formatado para o grupo FIAT, que visa redução de custos e otimizar logística, qualidade, manutenção e produtividade para níveis de excelência de classe mundial, sendo dividido em 10 (Dez) pilares gerenciais e 10 (Dez) pilares técnicos.

0?e=1566432000&v=beta&t=DRMc BH FcrjrJcb6cEytPTno3bh ucnhiOhBlK0 LU - O que é WCM?
Fonte: https://www.linkedin.com/pulse/origem-e-princ%C3%ADpios-do-wcm-world-class-kennd-felix/

Os Pilares

O World Class Manufacturing é fundamentado em 10 pilares técnicos e 10 pilares gerenciais. São esses pilares que direcionam toda a metodologia. Na base, estão os 10 pilares gerenciais:

  • Envolvimento e comprometimento da alta administração;
  • Definir os objetivos de forma clara;
  • Mapear todo o caminho para o WCM;
  • Alocar profissionais altamente qualificados;
  • Comprometimento de toda a organização;
  • Focar em melhoria contínua para obter competência organizacional;
  • Tempo e finanças; Nível de expansão;
  • Nível de detalhes; Motivação dos operadores.

Depois, estão os 10 pilares técnicos, que são:

  • Segurança;
  • Desdobramento dos custos;
  • Melhoria focada;
  • Manutenção autônoma e organização do ambiente de trabalho;
  • Manutenção planejada;
  • Controle de qualidade;
  • Logística e atendimento ao consumidor;
  • Gestão preventiva dos equipamentos;
  • Desenvolvimento das pessoas envolvidas;
  • Atenção ao meio ambiente.

O WCM não é um programa de melhoria estático, do tipo “nunca muda”. Em 2010, foi introduzido um sub-pilar da energia no pilar do ambiente “para melhorar a capacidade de identificar e implementar medidas para reduzir o desperdício e alcançar uma maior eficiência energética“. Obviamente, um programa de melhoria de produção também pode contribuir para um bem maior!

Sistema de Avaliação

O WCM pontua a aplicação de cada um dos pilares. Desta forma, a aplicação dos conceitos se torna mensurável. A pontuação é dada com base em NÍVEL DE DETALHE e NÍVEL DE EXPANSÃO das atividades de cada um dos pilares.

São realizadas auditorias externas duas vezes ao ano e a pontuação varia de 0 a 5 pontos para cada um dos pilares (Técnicos e Gerenciais).

A exemplo temos a pontuação Total da fábrica:

  • Maior/Igual a 50 pontos: Bronze
  • Maior/Igual a 60 pontos: Prata
  • Maior/Igual a 70 pontos: Ouro
  • Maior/Igual a 85 pontos: World Class

Caso de Sucesso

Durante a crise financeira que atingiu o mundo ao fim da primeira década dos anos 2000, a Fiat adquiriu, no ano de 2009, o controle acionário da Chrysler, naquele momento em grave situação financeira, e implementou o programa WCM.

A adoção do programa WCM resultou em uma verdadeira mudança cultural, sendo que as empresas que decidem aderir à Associação WCM, espalhada pelo mundo todo, têm acesso a um benchmark de classe mundial, fornecido pelas outras companhias que participam do programa. Mais de 166 fábricas espalhadas por 16 países participam ativamente do programa, sendo que 30 delas pertencem à Chrysler e outras 45 pertencem ao grupo Fiat.

Por fim, é importante destacar que a Chrysler reverteu seu quadro adotando um foco em educação e buscando alvos bastante claros: desperdício zero, zero defeitos, zero quebras e estoque zero. Para isso, a empresa criou até mesmo uma escola,  World Class Manufacturing Academy, com a função de fornecer treinamento, educação e capacitação a seu quadro de profissionais.

Percebe-se como o WCM é uma metodologia com potencial para reverter dificuldades, mas é necessário ter seriedade e comprometimento, já que, tal como toda a metodologia Lean, envolve a adoção não só de boas práticas, mas de uma nova filosofia bem como uma mudança de visão organizacional. É preciso, portanto, paciência, resiliência e persistência, mas que com certeza serão recompensadas!

Etiquetas
Veja mais

Luccas Costa

Formado em Engenharia de Produção, cursando Mestrado em Engenharia de Produção, especialista em Lean Manufacturing e em Solução de Problemas. Movido pela busca de novos conhecimentos e por compartilhar experiências.

Comentários no Facebook

Botão Voltar ao topo
Fechar