Engenharia de Produção

A Responsabilidade Social dos Profissionais de Tecnologia

responsabilidade.jpeg

Há dois meses, tive o imenso prazer de ser uma das 100 jovens escolhidas do mundo que puderam comparecer ao South American Business Forum (SABF). Bem resumidamente, esse fórum tem como objetivo unir jovens com extrema capacidade de causar transformações na sociedade e é justamente sobre isso que vamos falar hoje.

No curso de engenharia podemos encontrar todo tipo de pessoa: os que amam matemática e física e escolheram a profissão por esse critério, os que só querem ser ricos, os que só sonham em usar terno e gravata mesmo, os que querem mudar o mundo ou os que querem ter o próprio negócio. Não importa qual seja o seu motivo para ter escolhido fazer engenharia, você tem uma responsabilidade social.

Estar em uma área tecnológica requer grande responsabilidade. O mundo é muito dinâmico e estamos vivendo grandes transformações não somente na inovação, mas também na sociedade e suas relações como um todo. Toda a adaptabilidade necessária devido a essas mudanças tem não só um dedinho, mas a mão inteira da área tecnológica. Por exemplo, tem-se discutido muito se é benéfico ou não fazer mudança de sexo em crianças. Para tentar chegar a alguma conclusão, são gerados vários dados que precisam ser estudados de forma racional e pragmática.

Aposto que você não sabia nem que essa era uma discussão forte no mundo atual e muito menos que, você como engenheiro, poderia ajudar a tomar decisões que guiariam o destino de milhões de pessoas. Essa é a sua responsabilidade social. É o seu dever de não só saber para onde o mundo está caminhando, como entender seu papel nisso.

O exemplo acima foi bem específico, mas se você quiser entender melhor seu papel como engenheiro tanto na sociedade, como no trabalho, e também saber o que anda acontecendo no mundo na parte tecnológica, leia esse ebook que eu escrevi. Lá, eu conto tudo que aprendi com os 40 líderes mundiais que nos deram mentoria na conferência.

No mais, termine esse texto e passe a enxergar com cuidado onde seus conhecimentos seriam necessários e você verá como a engenharia nos permite criar, transformar, engenhar o mundo que queremos. Quer super poder maior que esse?

Etiquetas
Veja mais

Bruna Hamori

Bruna Hamori, 22 anos, é estudante de engenharia de produção. Trabalhou dois anos e meio na startup de tecnologia e educação Responde Aí, da qual saiu para se dedicar à área ambiental. Morou nos Estados Unidos e na Argentina, onde se dedicou a entender a relação da engenharia com o desenvolvimento social. Criou, recentemente, um blog no qual pretende compartilhar suas tentativas de causar impacto positivo no mundo.

Comentários no Facebook

Botão Voltar ao topo
Fechar