Engenharia de Produção

RPA e a Engenharia de Produção, existe relação?

RPA (Robotic Process Automation) vem chamando cada vez mais atenção em todo mundo.

Rio ganha lei para bloqueio de ligações de telemarketing – Janela  Publicitária

RPA (Robotic Process Automation ou, em português, Automação Robótica de Processos) vem chamando cada vez mais atenção em todo mundo.

Ela é a aplicação de tecnologia, regida pela lógica de negócios e insumos estruturados, visando automatizar os processos de negócios.

Usando ferramentas de RPA, uma empresa pode configurar um software, ou um “robô”, para capturar e interpretar aplicativos para processar uma transação, manipular dados, disparar respostas e se comunicar com outros sistemas digitais.

Os cenários de RPA variam de algo tão simples quanto gerar uma resposta automática a um e-mail até implantar milhares de bots, cada um programado para automatizar tarefas em um sistema ERP.

Segundo o relatório de previsões “Forecast analysis: robotic process automation, worldwide”, realizado e publicado pelo Gartner, no final de 2022 mais de 90% das grandes organizações terão implantado alguma forma de automação de RPA.

RPA no mercado

RPA oferece às empresas a capacidade de reduzir custos de pessoal e erro humano.

David Schatsky, diretor da Deloitte LP, aponta para a experiência de um banco com a implementação de RPA. O banco redesenhou seu processo de atendimento ao cliente implantando 85 bots para executar 13 processos, lidando com 1,5 milhão de solicitações por ano.

O banco acrescentou capacidade equivalente a mais de 200 funcionários em tempo integral, com aproximadamente 30% do custo de recrutar mais funcionários, diz Schatsky.

As empresas também podem melhorar ainda mais seus esforços de automação injetando RPA com tecnologias cognitivas. Por exemplo, Machine Learning, reconhecimento de fala e processamento de linguagem natural, automatizando tarefas de alta ordem que, no passado, exigiam as capacidades perceptivas e de julgamento dos seres humanos.

Uma vez que o software robô foi criado com o uso de uma ferramenta RPA, este terá a capacidade de capturar e interpretar os processos específicos dos softwares que os funcionários já operam.

Ele pode manipular dados, desencadear respostas, iniciar novas ações e comunicar-se com outros sistemas de forma autônoma.

Benefícios do RPA

O RPA possibilita que os colaboradores atuem com atividades mais dinâmicas e foquem menos em tarefas repetitivas e manuais.

Cabe às empresas conseguir realizar um trabalho que mostre aos funcionários o valor que o RPA gera, o quanto esta tecnologia agrega na rotina da organização e mostrar que, por meio da automação de processos, é possível gerar ROI (Retorno sobre o Investimento) rapidamente.

É importante ressaltar que, cada vez mais, os ganhos do RPA são muito efetivos, entre eles, podemos destacar:

  • Redução do tempo de execução dos processos;
  • Incremento do poder de atendimento e crescimento;
  • Produtividade do robô trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana;
  • Redução de custos;
  • Payback rápido;

Uma pesquisa sobre os benefícios obtidos com o RPA, realizada pelo HFS Research, mostrou que 65% das empresas viu a melhora da qualidade e da previsibilidade dos processos, 50% constatou melhora no tempo de execução do processo como um todo e 38% declarou ter a equipe livre para fazer outros projetos mais interessantes.

RPA e a Engenharia de Produção

Se você acha que RPA está relacionado apenas as áreas de Tecnologia de Informação ou Engenharia de Software, você está muito enganado.

Os Engenheiros de Produção precisam conhecer esta tecnologia uma vez que lidam diretamente com a interação de processos. Dessa forma, você poderá atuar diretamente no mapeamento dos processos e, consequentemente, na melhoria dos mesmos, antes deles serem automatizados.

Caso você não atue diretamente com a automação de processos, com certeza, você irá interagir com um processo automatizado. Por isso, você precisa entender sobre a sistemática desta ferramenta para propor melhorias e reduções de custos.

No geral, o conhecimento em RPA já oferece um novo campo de atuação para o Engenheiro de Produção. E este campo é muito promissor, uma vez que o mercado tem buscado cada vez mais estas soluções. Logo se você tiver o conhecimento necessário nestas práticas, você terá muitas oportunidades nos próximos anos.

Portanto não deixe de aprender sobre essa e outras tecnologias.


Fonte:

https://www.segs.com.br/info-ti/269661-robotic-process-automation-a-tecnologia-obrigatoria-no-mundo-empresarial-que-deve-crescer-us-3-bilhoes-nos-proximos-4-anos

O Que é Automação Robótica de Processos (RPA)?

Etiquetas
Veja mais

Luccas Costa

Formado em Engenharia de Produção, cursando Mestrado em Engenharia de Produção, especialista em Lean Manufacturing e em Solução de Problemas. Movido pela busca de novos conhecimentos e por compartilhar experiências.

Comentários no Facebook

Botão Voltar ao topo
Fechar